Big Whiskey and the Groogrux King

Big Whiskey and the Groogrux KingEstá para sair o novo álbum da Dave Matthews Band, intitulado Big Whiskey and the Groogrux King. A data para o lançamento é dia 2 de junho, e novamente os fãs da DMB estão em polvorosa. A expectativa é de um álbum “de volta às raízes”, comparável ao excepcional Before These Crowded Streets, de 1998 pelos próprios membros da banda, e por pessoas próximas deles.

O próprio Dave Matthews disse em entrevista para a revista Billboard sobre o álbum:

“… if someone tells me ‘I don’t like it’ I can say ‘that’s your problem, ‘cause it’s good, bro.'”
“… se alguém me disser ‘eu não gosto’ eu posso dizer ‘problema seu, porque é bom, mano.'”

É o primeiro álbum desde a morte do saxofonista e membro fundador da banda LeRoi Moore no ano passado. LeRoi participou da produção do álbum antes de falecer devido à complicações resultantes de um acidente de quadriciclo, e o que se pôde ler em entrevistas com a banda é que …Groogrux King é dedicado à ele. Um solo de LeRoi abre o álbum. Aliás, Groogrux é um apelido carinhoso para o saxofonista.

Continue reading…

O Maior Gestor do Mundo

Dave Matthews

Nota de Alexandre: Peço desculpas à todos pela demora na publicação deste artigo do Murilo. Me esqueci completamente dele. Está aí. O domingo à que o Murilo se refere é o de 28/09/2008.

Vi neste domingo um espetáculo musical do qual jamais me esquecerei. Dave Matthews Band reune simplesmente os maiores músicos que já vi tocar. Talvez, os maiores que já tenha conhecido.

Os detalhes deste show, comentários inteligentes e críticos vocês podem ver na coluna do Alexadre – DMB em Sampa – inclusive, uma pena não termos nos encontrado para vermos juntos ao show. Queria ver em você o brilho nos olhos que tive quando vi Oasis pela primeira vez. É inesquecível, é como se não acreditássemos nos que estamos vendo, é como ilusão. O que quero falar, é algo simples, mas que faz toda a diferença.

Minha analise final do show é que o Dave Matthews é realmente um grande músico, o grande maestro daquela turma genial que estava lá em cima domingo. E por que digo isso? Exatamente porque ele demonstrou ter todas as características que um grande gestor, um grande líder deve ter.

Gestão?? Liderança?? De que merda você está falando?

Estou falando de um cara que lidera uma banda realmente boa por competência sim, mas principalmente por permitir com que todos apareçam e dêem seu show particular.O Dave Matthews não aparece mais do que ninguém na banda, e faz questão de ser apenas mais um. Reparei isso ao ver os telões: enquanto em qualquer show, 70 a 80% do tempo é exibido o vocalista ou o individuo que dá nome a banda, domingo tudo que se viu foram aparições rápidas de Dave Matthews e brilho em todos de sua banda, que alias, dispensam comentário.

O Dave Matthews compõe as letras, possivelmente as músicas também, tem em sua figura o responsável por uma banda, mas na hora de colher os frutos de tudo isso, ele se permite aparecer tanto quanto qualquer outro membro de sua banda. O que é isso? Isso são características de grandes líderes, fora o carisma que ele demonstrou ter, fazendo um show inesquecível.

Outra coisa que me chamou a atenção foi sua múltipla habilidade – como alguém consegue cantar, tocar e ainda dançar daquela maneria?!? Este cara só podia vir da África mesmo.

E falando em África, aqui vão minhas desculpas ao Xande. Sempre o sacaneei por gostar de “música pop africana”, expressão que criei para resumir Dave Matthews Band. Você sempre gostou foi sim de uma banda top, com um show muito maneiro, divertido, dançante, alegre e com músicos geniais. A partir de agora, prometo ter um CD de Dave Matthews Band em meu carro. Vida longa a Dave Matthews Band!

DMB no Rio

É clichê total, mas vou começar esse artigo assim:

Ônibus São Carlos – São Paulo (Viação Cometa)R$ 37,15
Lanche no posto rodoviário (Graal 125 Sul)R$ 9,00
Metrô (Portuguesa-Tietê – Praça da Árvore)R$ 2,40
Estacionamento e carona até o About UsR$ 20,00
Ingresso do About Us (Pista Normal)R$ 161,00
Metrô (Consolação – Praça da Árvore)R$ 2,40
Café da Manhã (Bisnaguinhas Wickbold Jack)R$ 3,50
Ônibus 875 (Praça da Árvore – Aeroporto de Congonhas)R$ 2,30
Passagem Aérea OceanAir (Congonhas – Santos Dumont)R$ 171,62
Hotel Ibis Santos Dumont (Estadia)R$ 140,20
Bombons Serenata de Amor na fila do Vivo RioR$ 2,00
Ingresso do Vivo Rio (Pista VIP)R$ 387,00
Camiseta DMB South American Tour 08R$ 40,00
2 águas minerais e 1 guaraná AntarcticaR$ 8,00
Café da Manhã no IbisR$ 10,00
Passagem Aérea OceanAir (Santos Dumont – Congonhas)R$ 167,42
Ônibus 875 (Congonhas – Praça da Árvore)R$ 2,30
Metrô (Praça da Árvore – Portuguesa-Tietê)R$ 2,40
Ônibus São Paulo – São Carlos (Empresa Cruz)R$ 38,85
Lanche no posto rodoviário (Graal Topázio?)R$ 9,00
Táxi Rodoviária – CasaR$ 6,20
Ver a Dave Matthews Band ao vivo, duas vezesNÃO TEM
PREÇO

Continue reading…

Quem te vê tocar assim, não sabe quem são vocês…

Acabo de rever pela 4ª vez o Especial Ao Vivo MultishowLos Hermanos, gravado em alguma casa de shows no Rio de Janeiro, sua terra natal. Depois de assistir este show algumas vezes, me sinto na obrigação de escrever sobre ele para tentar entender o que foi o tufão de sentimentos e idéias que tive e tenho cada vez que vejo este espetáculo.

O primeiro fato a se notar neste show é que Los Hermanos é uma banda adorada, idolatrada, cultuada. Vocês vão me dizer que todas são. Eu digo não, não como Los Hermanos. Na minha sincera opinião, esta banda tem hoje o status que apenas a Legião Urbana conseguiu ter na história musical recente deste país. Gostem ou não, a Legião movia milhares de fãs a cada show que realizava, todos com letras e músicas na ponta da língua e do coração. Foi isso que vi neste show dos Hermanos. Uma banda que produz letras inteligentes e difíceis de se digerir (entendam “digerir” como “entender”), saber decor sua seqüência e significado é algo realmente de quem cultua.

Continue reading…

DMB em Sampa

Dave Matthews Band em São Paulo, foto por Grace OdaDia 28 de setembro de 2008 foi um dia histórico, não só pra mim, mas para inúmeros fãs brasileiros da Dave Matthews Band no Brasil. Sim, é minha banda do coração e o que eu não sabia é que ela é também a banda do coração de milhares de outros brasileiros. Foi uma surpresa agradável.

Ontem, na Chácara do Jóquei, na Vila Sônia, perto de onde “Judas perdeu as botas” em São Paulo aconteceu o Festival About Us. A premissa de um evento “verde”, sobre sustentabilidade deu início a um dos melhores dias da minha vida. Parece infantil ou tietagem, não é? As vezes também acho, mas a verdade é que realmente lavei a alma e realizei um sonho.

Continue reading…

As cinco bandas do B2

Proposta interessante esta a de somente levar cinco bandas para uma ilha deserta, ouvi-las e somente ouvi-las por toda a eternidade. Para ser honesto comigo e todos os outros, excluí os modismos, as paixões passageiras, as “melhores bandas de todos os tempos da última semana”. Escolhi apenas as inquestionáveis, aquelas que fazem parte do dia-a-dia, mais, que fazem parte de todos os dia-a-dias. Quando se coloca tal critério, o da mais pura honestidade, cinco bandas que pareciam pouco, tornam-se muitas. Além disso, me pensei em várias situações importantes da vida e qual era a trilha sonora daquele fato – as bandas que se repetiriam na maior parte delas, estão aqui. Lá vão elas:

Continue reading…

LeRoi Moore 1961 – 2008

RIP LeRoi MooreTriste notícia, infelizmente: o saxofonista da Dave Matthews Band, LeRoi Moore faleceu na tarde desta terça-feira, 19 de agosto de 2008, aparentemente devido à complicações decorrentes de um acidente com um quadricíclo em junho deste ano.

‘Roi foi internado no Hollywood Presbyterian Medical Center em Los Angeles, Califórnia após uma piora em seu quadro clínico, vindo a falecer na tarde de hoje. Ele tinha 46 anos.

Ainda não sabemos como isso vai afetar a turnê deste ano (‘Roi estava afastado desde o acidente, tendo sido substituído por Jeff Coffin do Béla Fleck & The Flecktones), inclusive na América do Sul, ou mesmo o futuro da banda.

Fique em paz ‘Roi. Sentiremos sua falta profundamente.

Sim, Dave Matthews Band no Brasil!

Está confirmado oficialmente pela banda: a Dave Matthews Band se apresentará em três datas aqui no Brasil!

Dave Matthews Band

  • 26 de setembro (sexta-feira): Festival About Us em Manaus, AM.
    Praia do Hotel Tropical na Av. Coronel Teixeira, 1320 – Ponta Negra.
    Preços entre R$ 300 (VIP, sem open-bar) e R$ 140 (pista). Venda de ingressos começa no dia 22/08.
    Com Ben Harper & The Innocent Criminals, O Rappa, Vanessa da Mata e NX Zero.
  • 28 de setembro (domingo): Festival About Us em São Paulo, SP.
    Palco superior da Chácara do Jockey na Av. Pirajussara s/n (altura do núm. 5100 da Av. Francisco Morato).
    Preços entre R$ 500 (VIP) e R$ 140 (pista). Venda de ingressos começa no dia 22/08.
    Com Ben Harper & The Innocent Criminals, Vanessa da Mata, NX Zero e Afro Lata/Mangue.
  • 30 de setembro (terça-feira): Vivo Rio no Rio de Janeiro, RJ.
    Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo.
    Preços entre R$ 450 (camarote AA), R$ 360 (pista VIP) e R$ 240 (pista). Pré-venda entre os dias 15/08 e 17/08. Venda ao público a partir de 18/08 através do Ingresso Rápido.
    Esta apresentação é apenas da DMB, sem outros artistas, por isso promete ser mais longa e completa.

Além das datas do Brasil, a DMB também se apresentará no Pepsi Festival em Buenos Aires, Argentina no dia 3 de outubro.

Atualização (17/08/2008): Para mais informações, consulte a DMBrasil.net. Eu já comprei meu ingresso pro show do Rio, e você?

Imperdível!

Dave Matthews Band no Brasil?

Por enquanto é só boato, mas fala-se da vinda da Dave Matthews Band ao Brasil após o final da turnê de verão americana, em setembro!

Dave Matthews Band

Segundo comentários na comunidade da DMB no Orkut, há previsão da vinda da banda para o Rio de Janeiro e São Paulo, além de paradas na Argentina e Chile.

Além da DMB, Béla Fleck & The Flecktones também planeja excursionar pela América Latina este ano. Será um ótimo ano se ambas as bandas pisarem em solos nacionais. Mesmo sem Butch Taylor, a DMB promete!

Atualização (02/07/2008): Em entrevista à rádio americana Mix 98.5 em 24/06/2008, Stefan Lessard (baixista da DMB) confirmou a turnê na América do Sul ainda esse ano! Ele não deu detalhes, mas acredito que estamos muito próximos de ver a banda por aqui novamente!

Blind Melon está de volta!

Hoje tive uma surpresa mais que agradável: Blind Melon está de volta!

Nova formação do Blind Melon

O Blind Melon é uma banda de rock alternativo que começou no início dos anos 90, mas diferentemente das bandas do período que seguiam o estilo pós-punk ou grunge como Nirvana, Soundgarden ou Nine Inch Nails, o Blind Melon escolheu um caminho diferente, fincando suas raízes no rock clássico de Lynyrd Skynyrd, Jimi Hendrix, Grateful Dead, Allman Brothers Band, Neil Young e Led Zeppelin.

Blind MelonA banda começou em 1989 em Los Angeles com Shannon Hoon (vocais), Christopher Thorn (guitarrista), Rogers Stevens (guitarrista), Brad Smith (baixista) e Glen Graham (bateirista). A banda não gravou seu primeiro álbum oficial até 1992, que levou o criativo título de Blind Melon. A banda participou de turnês com o Guns N’ Roses (Hoon era amigo de Axl Rose), mas foi com o clipe de No Rain na MTV que o sucesso da banda chegou.

Continue reading…