Traficantes exibem fuzis automáticos em vídeo

Gun Laws in Brazil, a First-hand Account

PT-BR O artigo que segue, em inglês, sobre minha experiência em comprar minha primeira arma de fogo foi escrito para ser publicado num fórum estrangeiro sobre armas de fogo a pedido de um terceiro. Como isso nunca aconteceu, estou disponibilizando aqui, só para que todos esses bytes não morram inúteis.

EN The following article about my experience in purchasing my first handgun was intended to be published in a handgun forum, by request of a third party. Since this never happened, I am publishing it here, just so all these bytes donʼt die. Please forgive my written English, as it is not my first language.

Full disclosure: I am not a lawyer. What follows is my understanding of the current legislation in Brazil regarding firearms ownership, transportation and commerce, and my limited experience in going through the processes of becoming a shooter and acquiring my first handgun.


Brazilʼs gun liberties have been declining since the early 1990ʼs, while Fernando Henrique Cardosoʼs was president. Before this time, you could buy handguns, shotguns and rifles in stores and walk out with your purchase. In 2005, under former president Lulaʼs government, a referendum was held in which the people were asked to vote if “the commerce of firearms and ammunition should be prohibited in Brazil”. Over 59 million people voted “no” to this question (63.94%), hoping to preserve our rights to buy and keep guns, albeit still under strict government control.

In spite of the overwhelming popular demand that these rights should be kept, it is nearly impossible; if not ridiculously expensive, bureaucratic and a seemingly endless process to be a gun owner in Brazil.

Continue reading…

Confronto entre protestantes e a PM na Av. Paulista

Protestos populares e corrupção na política

Se por um lado repudio as atitudes do povo quebrando as coisas na Av. Paulista em protesto ao aumento do preço do transporte, por outro compartilho o sentimento de indignação. Também tenho vontade de sair quebrando tudo em protesto à esse governo podre que está no poder. Mas confesso que não tenho coragem.

Continue reading…

Eu odeio a Sky

Sky

Alguns produtos e serviços de péssima qualidade me tiram do sério. Eu era um feliz, contente e satisfeito cliente da finada DirecTV, sem dúvida a melhor TV por assinatura que o Brasil já viu. Isso é, até a Sky colocar as mãos nela.

O serviço passou, no período de um mês, de excelente para horrível. Áudio e vídeo começaram a travar, canais desaparecem da grade com a infame mensagem “Serviço indisponível. Por favor entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente – 4004-1001” (veja abaixo a foto da tela).

Continue reading…

Golpe do outro continente

Golpe Nigeriano (419)Todo mundo fica com pena dos Africanos. Eu não tenho dó não, pelo menos não dos nigerianos. Eles dão golpe e roubam dinheiro no mundo todo, pelos Correios e através da internet. É claro que estou generalizando, e nem todo nigeriano é bandido, mas a fama dos golpes da Nigéria é grande.

Se você não conhece, sorte sua. Os ladrões africanos trabalham e lucram com isso desde os anos 80. O golpe é conhecido como 419, parente do nosso um-sete-um – estelionato ou fraude da antecipação de pagamentos. Funciona assim:

Um pobre nigeriano descobriu que tem muito dinheiro a receber (de uma herança, ou de um investimento na Companhia Nacional de Petróleo Nigeriana, ou de uma grande venda de petróleo ou de um contrato superfaturado do governo nigeriano) e precisa de um “laranja” para por as mãos no dinheiro. O laranja é você e se ajudar o coitado, receberá uma parte dos lucros.

Continue reading…

Meliantes impunes

Porta arrombadaNa semana passada arrombaram a casa dos meus pais em Bebedouro, interior de SP. É uma coisa triste ver seu lar invadido, ter sua privacidade violada.

A casa está fechada à cerca de seis anos. Logo depois que eu entrei na faculdade meus pais foram trabalhar em São Paulo e agora só usamos a casa eventualmente, quando vamos para nossa cidade natal para visitar a família, que ficou por lá. Sempre pensamos que seria uma questão de tempo até alguém invadir a casa, procurando por coisas de valor – que não tem lá, já que levamos quase tudo embora. Ainda assim, foi um choque quando aconteceu.

Continue reading…

Devedores folgados

Assalto parceladoHoje me deparei com uma notícia um tanto quanto estranha na Folha Online: “Leitora quer quitar dívida, mas Vivo descumpre promessa de descontos“. Olha a folga da moça: ela deve quase R$ 2 mil para a operadora de telefonia celular. Para pagar a dívida, ela quer 50% de desconto e que a conta seja parcelada em dez vezes. Isso foi, aparentemente, proposto pela própria Vivo.

Além de devedora, a moça abusa ainda mais: só paga a dívida (que ela fez) se o credor der desconto e parcelar o restante. Será que só eu vejo um problema aqui? A infeliz está devendo! Ela comprou e não pagou! É como se tivesse roubado o serviço. E pior, seqüestrou o pagamento: só paga se os termos dela forem atendidos.

Continue reading…