Drinking Game: Sueca

SuecaMeus primos me ensinaram um drinking game (jogo para beber, traduzido livremente) muito interessante há um tempo atrás, e não achei nada igual na internet, então vou descrever aqui como funciona. O jogo foi apresentado pra mim como Sueca (apesar de existir um jogo de baralho com esse nome, popular em Portugal, que nada tem em comum com o que apresento aqui), então vou manter esse nome. Funciona assim:

Dois deques completos (sem os coringas) do baralho são misturados e embaralhados. As cartas ficam encobertas (com as faces para baixo) na mesa e a galera fica em volta – quanto mais gente melhor. O jogo gira no sentido horário. Não é permitido deixar o jogo em nenhum momento, nem para ir ao banheiro. A medida da dose a ser bebida é definida pelos jogadores e deve ser respeitada sob a pena de se dobrar a dose para os infratores.

Alguém começa tirando uma carta. As cartas devem ser abertas conforme forem tiradas do deque e mostradas para todos os jogadores. Cada carta tem uma função:

  • A: Escolhe uma pessoa para beber.
  • 2: Escolhe duas pessoas para beber.
  • 3: Jogo do “Pi” – O jogador que tirou a carta fala o número 1. O próximo jogador fala o número seguinte (2) e assim por diante. A pegadinha é que todo múltiplo de três deve ser substituído pela palavra “pi”. Então fica assim: Quem tirou o três do deque fala “um”. O jogador à sua esquerda fala “dois”. O da esquerda fala “pi”. O próximo fala “quatro”. O outro “cinco”. O outro “pi”, e assim sucessivamente. Quem errar, ou demorar muito, bebe.
  • 4: Jogo do “Stop” – Quem tirou a carta do deque escolhe uma categoria e uma letra do alfabeto e dá um exemplo. O próximo jogador tem que seguir o padrão. O primeiro que errar ou não souber, bebe. Por exemplo: O jogador escolhe “carros com a letra A”, e dá como exemplo “Audi”. O próximo diz “Astra”. O outro “Alfa Romeu”, e assim por diante.
  • 5: Jogo da Memória – Quem tirou a carta fala uma palavra qualquer. O próximo tem que repetir a palavra anterior e adicionar uma. E assim por diante. Exemplo: Quem tirou a carta fala “jamanta”. O próximo fala “jamanta cabrito”. O próximo diz “jamanta cabrito mesa”, e assim por diante. O que errar ou demorar, bebe.
  • 6: Continência – Quem tirou o 6 guarda a carta (não a devolve ao monte de descarte, como as demais) e usa-a quando quiser. Discretamente, essa pessoa deve colocar a mão na testa, fazendo continência e observar os outros jogadores. O último que perceber e fizer continência, bebe.
  • 7: A pessoa a direita de quem tirou a carta bebe uma dose.
  • 8: Regra Geral – Quem tira essa carta determina uma regra para todos obedecerem. Pode ser algo do tipo “está proíbido falar a palavra ‘beber’ e seus derivados”, ou “antes de beber uma dose, a pessoa tem que rebolar”. Quem quebrar a regra, deve beber (as vezes, de novo). A Regra Geral pode ser substituída por outra Regra Geral, caso contrário, dura o jogo todo.
  • 9: Mão na Nuca – Parecida com a regra do número 7. A carta é guardada e usa quando o jogador quiser. Ao invés da continência, o jogador coloca a mão em sua nuca.
  • 10: Saída – Essa carta também pode ser guardada, e negociada, se for o caso. Ela permite ao jogador uma ida ao banheiro.
  • J: O jogador à esquerda de quem tirou o valete bebe uma dose.
  • Q: Todas as mulheres da mesa bebem uma dose.
  • K: Todos os homens da mesa bebem uma dose.

Depois de abertas (ou usadas, no caso do 6, 9 e 10), as cartas são depositadas num monte de descarte. De tempos em tempos, embaralha-se esse monte e junta-se as cartas ao deque encoberto. O jogo só tem fim quando os dois últimos jogadores desmaiarem.

É muito divertido e garantido para deixar todo mundo doido.

Leave a Reply

19 Comentários

  1. Kyon

    Eu aprendi como QUEEN, as regras são semelhantes mas não são as mesmas.
    Provavelmente o telefone sem fio foi passando e alterando.
    Mas que o game é BOM, isso é. Não tem como não se divertir. E a regra geral, já criei cada uma HAUEHUHEAUHUHUHUHU

Next ArticleEisenbahn e a turma da faculdade