O tamanho do roubo na Petrobras

Gostaria muito de poder assumir a autoria do texto que segue, mas ele não é meu. Recebi pelo WhatsApp, porém sem informações do autor. As informações me parecem corretas e as fontes batem. Como o texto parece estar com pouca circulação, achei por bem divulgar aqui. Fiz pequenas edições de estilo, apenas e uma leve correção ortográfica. Boa leitura!


Acredito que todos têm acompanhado o noticiário com as recentes descobertas do Esquema PT na Petrobras. O que não consegui achar foi qual o tamanho desse roubo e, por isso, me dei ao trabalho de fazer alguns cálculos e apresentar à quem possa interessar.

O site da VEJA levantou os contratos fechados pela estatal com 14 fornecedores que, a julgar pelos documentos apreendidos, estão sob suspeita ou comprovadamente destinaram recursos à empresas controladas por Alberto Youssef desde 2003, ano em que o PT assumiu a Presidência da República. Pelo menos R$ 31,1 bilhões foram faturados em contratos com a Petrobras.

Segundo as declarações feitas à Polícia Federal pelo ex-diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e pelo doleiro Alberto Youssef, no Esquema PT, os contratos eram superfaturados em 20%, na média.

Só com esses dois dados, já podemos fazer uma regra de três e chegar em um valor aproximado: se R$ 31.100.000.000,00 foram faturados e representavam os 120%, o valor superfaturado em 20% seria R$ 5.183.333.333,33, ou seja, num primeiro cálculo, concluí que o roubo foi de R$ 5,2 bilhões.

Como não temos comprovação que todos esses contratos foram fraudados desde 2003, resolvi fazer a conta de outra maneira. Nas declarações de Paulo Roberto Costa, ele também relata como esse dinheiro era dividido: do valor final dos contratos, em média 3% eram destinados ao pagamento de propinas. Na diretoria dele que era controlada pelo PP e PMDB (partidos aliados ao PT), 2% eram destinados ao PT e o 1% restante era dividido em 0,60% para o PP e PMDB, 0,20% eram para despesas com Notas Fiscais frias e despesas com envio do dinheiro roubado e os outros 0,20% eram divididos em 0,14% para ele e 0,06% para o Deputado do PP José Janene ou o doleiro Alberto Youssef, talvez dependendo de qual dos dois teria fechado o contrato fraudado com a empresa.

Segundo a revista ÉPOCA, o ex-diretor prometeu devolver diversos bens, entre eles estão US$ 23 milhões (R$ 55 milhões) em contas bancárias na Suíça, US$ 2,8 milhões (R$ 6,7 milhões) nas Ilhas Cayman, uma lancha no valor de R$ 1,1 milhão, um terreno no município de Mangaratiba, no Rio de Janeiro, avaliado em R$ 3,2 milhões, e valores em dinheiro: R$ 762 mil, US$ 181 mil e € 10,9 mil apreendidos em sua residência durante a Operação Lava Jato em março deste ano e um veículo Range Rover Evoque de R$ 300 mil que recebeu de Youssef. Somando tudo isso, Paulo Roberto Costa devolverá cerca de R$ 67,5 milhões que recebeu do Esquema PT.

Com esses dados, fazemos o seguinte cálculo: se R$ 67,5 milhões representam 0,14%, o valor dos 3% destinados ao pagamento de propinas foi R$ 1.446.428.571,43, ou seja R$ 1,45 bilhões pagos em propina só da diretoria de abastecimento da Petrobras.

Como o Esquema PT envolvia 5 diretorias da Petrobras, podemos dizer que esse número é apenas uma parcela do total de propina que foi pago aos partidos PT, PP e PMDB. Não sei dizer qual o volume de contratos fraudados por cada diretoria, por isso, não vou aumentar esse valor.

Esse valor representa apenas 3% do valor dos contratos superfaturados pela diretoria de abastecimento, dessa forma, o total dos contratos que foram superfaturados chegam aos impressionantes R$ 48,2 bilhões e os 20% superfaturado, ou seja, o valor que foi cobrado a mais e dividido entre todos os envolvidos no Esquema PT na Petrobras e saiu do bolso do povo brasileiro foi, no mínimo, R$ 8 bilhões de reais!!!

Com esse valor dava pra construir vários hospitais, escolas, creches, universidades, delegacias, ou seja o problema do Brasil é a corrupção e o PT é o partido que está no poder há 12 anos e que controla quase todos os esquemas que, infelizmente, todos sabem que existem, menos o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma!

Fontes:

Leave a Reply

1 comentário

  1. Dione

    A única coisa boa disto tudo é saber que o LULA e DILMA não sabiam de nada a respeito da maior organização criminosa já criada neste país, afinal de contas o que são míseros BILHÕESINHOS DE DÓLARES se juntasse todo o dinheiro em notas de R$ 10,00 passaria dias queimando e ainda seria mais útil para o povo pois poderia aquecer o frio.

Next ArticleJogos online: nenhuma honestidade